segunda-feira, 20 de agosto de 2018

Polivalente

A polivalência e a capacidade de adaptação é uma qualidade cada vez mais apreciada quer no meio laboral, quer em qualquer outra vertente da vida social.
Qualquer indivíduo que tenha competências para desenvolver diversas atividades com um nível de eficácia elevado tem sempre o seu futuro garantido.
Por exemplo, nos diversos canais televisivos de índole noticiosa, vemos comentadores com capacidade para opinar com conhecimento de causa nos mais diversos acontecimentos.
Um desses comentadores polivalentes que de há um ano para cá nos tem elucidado é Ricardo Ribeiro.



Ricardo Ribeiro é, além de comentador habitual nos diversos canais televisivos, presidente da ASPROCIVIL (Associação Portuguesa dos Técnicos de Segurança e Proteção Civil) e Comandante dos Bombeiros Voluntários de Paço de Arcos.
Mas hoje não foi no papel de comentador que Ricardo Ribeiro apareceu nos noticiários televisivos. No papel de Comandante dos Bombeiros Voluntários de Paço de Arcos, acompanhado do não menos mediático Isaltino Morais, edil de Oeiras, Ricardo Ribeiro apresentou ao país o primeiro drone salva vidas.



Na praia de Santo Amaro de Oeiras foi apresentado um drone que pode lançar uma bóia a algum banhista em apuros.
Além disso  o aparelho não tripulado lança avisos para que os banhistas se protejam do sol, coloquem protetor solar ou que sigam os conselhos de segurança!
Mas o jeito de Ricardo Ribeiro para lidar com drones não é de hoje...


Ao que parece, e a crer na reportagem da RTP, já na semana passada Ricardo Ribeiro lidava com um drone...
Segundo alguns elementos dos Bombeiros Voluntários de Paço de Arcos, o senhor Comandante/comentador/presidente de ASPROCIVIL pretende adquirir um drone para a corporação, que por sinal há cerca de um mês e meio que não dispõe de água quente nas instalações sanitárias...
Também segundo a mesma reportagem o teste correu mal e o aparelho embateu num poste de eltricidade provocando um incêndio que obrigou ao corte da A5...
Desta vez  o polivalente Ricardo Ribeiro, talvez por não estar na presença das câmaras de televisão nem de Isaltino Morais, deu o alerta da situação e abandonou o "teatro de operações" sem sequer comentar...

Sem comentários:

Enviar um comentário