quinta-feira, 2 de agosto de 2018

Há futuro, há esperança!

Com a facilidade de acesso à informação, com as notícias das desgraças, das tragédias e das falcatruas da classe política, surge no meio da sociedade um sentimento generalizado de desilusão.
Cada vez que se visita uma rede social percebemos pelos comentários de cada um dos utilizadores que o descrédito e a falta de esperança em dias melhores é um dado adquirido e um caminho irreversível.
No entanto, as ferramentas que normalmente nos transmitem a desgraça, são também muitas vezes as que nos transmitem sinais inequívocos de esperança e de crença no futuro!



Margarida Balseiro Lopes, nascida na marinha Grande em 24 de setembro de 1989 é uma deputada e atual líder da Juventude Social Democrata. É licenciada em direito e tem por profissão consultora fiscal que acumula com o "part -time" na Assembleia da República.
Hoje a lider da JSD surpreendeu a sociedade ao apresentar a Marcelo Rebelo de Sousa três  ideias revolucionárias : a "delação premiada" ,uma espécie de prémio aos arrependidos que denunciem os crimes em que foram co-autores; a inversão do ónus da prova, ou seja o suspeito tem que provar que não cometeu determinado ato e não o Ministério Público a provar que o suspeito o cometeu e por fim a inibição de políticos corruptos... 
Nestas três propostas, como em quase tudo na vida, existem defeitos e virtudes e se soubermos aproveitar o lado positivo, estaremos no caminho certo.
Estas ideias fizeram me recordar um outro jovem e recuar  no tempo pouco mais de um ano...
Ricardo Robles, nascido em 20 de maio de 1977, propunha também  umas excelentes medidas na campanha da autárquicas daquele ano...



Robles propunham a construção de 7500 casas a preço acessível para os lisboetas, resgatando-as aos fundos especulativos imobiliários...
Como não ganhou as eleições, foi eleito vereador e assim só conseguiu construir uma das 7500 e ao que consta a preço acessível seriam as outras 7499... 
Robles também propunha limitar as unidades hoteleiras no centro da cidade de Lisboa...
Como não ganhou as eleições, foi eleito vereador e assim só conseguiu limitar as unidades hoteleiras a projetos de alojamento local de luxo... 
Como podemos ver em política há sempre aqueles que se refinam...
E ilustre Dr.ª Margarida, não perca a esperança, o tempo há-de refiná-la, à imagem e semelhança de todos os outros ilustres lideres das juventudes partidárias. Vai ver que mais tarde ou mais cedo uma "tecnoforma" ou uma "goldman sachs" surgirão no seu caminho!
Até lá goze a vida, divirta-se...beba uns cocktails...dizem que tuti-fruti este ano está a bombar! 

Sem comentários:

Enviar um comentário