domingo, 29 de julho de 2018

Espelho meu, espelho meu...

No conto infantil "A Branca de Neve", a madrasta questiona diariamente o espelho mágico : "Espelho meu, espelho meu, haverá alguém mais bonita que eu?"
Muitas vezes realidade e ficção misturam-se tanto que nos custa a distinguir o que é real e o que é ficção!


O Partido Comunista dos Trabalhadores Portugueses - Movimento Reorganizativo do Partido do Proletariado é um partido político de esquerda.
Apesar da fraca expressão eleitoral, talvez porque a seguir à designação do partido seja difícil ter espaço para colocar a cruz no boletim de voto, é um partido por onde passaram ícones da luta dos trabalhadores como Durão Barroso ou José Pacheco Pereira.
O partido e o seu histórico líder  Arnaldo Matos voltaram hoje às luzes da ribalta a propósito do caso "Robles"...


Ricardo Robles, vereador do Bloco de Esquerda na Câmara Municipal de Lisboa, adquiriu em 2014 um prédio em Alfama por 343 mil euros e após algumas obras "pensou" em vender o imóvel por 5 milhões...
Ora Arnaldo é uma espécie de Bruno de Carvalho do PCTP, e para ele a chamada "esquerda caviar" é a versão comunista dos "sportingados"!
Mas se para pôr a nu a incoerência de Robles bastava recordar o proverbio sobre Frei Tomás, para mostrar ao eleitorado que o Arnaldo é mais comunista que a Catarina a citação de tal adágio seria pouco radical!

E Arnaldo Matos não fez por menos: recordando um tema abordado pelo mesmo sobre o Bloco de esquerda no "Luta Popular" (órgão oficial do PCTP-MRPP) em 2015, escreveu na rede social Twitter (à imagem de outro grande defensor do proletariado, Donald Trump) "Eu não vos dizia que isso era tudo um putedo?"...
Ora aí está...Espelho meu, espelho meu, haverá alguém mais comunista que eu???

Sem comentários:

Enviar um comentário