domingo, 4 de março de 2018

O tamanho conta?

Há uns anos atrás os "Gato Fedorento" apresentaram, na série "Lopes da Silva" um sketch intitulado "O Maior da minha aldeia"!
A rábula andava à volta dos argumentos para a escolha da pessoa mais importante da sua aldeia!
Mas para encontrarmos situações destas não precisamos de ir ao mundo do humor ou da ficção, na nossa sociedade encontramos todos os dias novelas sobre importância, sobre pessoas insubstituíveis,  no fundo sobre quem é o maior!
Variadas são as vezes em quem se questiona se o mais importante é o maior, se o mais importante é o mais pequeno, se o mais importante é o mais bonito...
Mas será que o tamanho conta?

Há quem diga que sim e há quem diga que não!
Esta semana assistimos a uma discussão sobre a temática...
Duas senhoras, já centenárias, uma delas residente no Largo da Penha de França e a outra no Largo do Carmo entraram numa espécie de disputa de tamanho de "pilinhas" mas na versão para senhoras!
Ao que parece uma delas tem para lá uma gaiata que bate bem, logo a outra respondeu que tem lá uma cachopa que é a maior tratadora de cachorros...
Passados uns dias uma das senhoras apresentou uma menina que conduz motas grandes, logo a outra respondeu que também tem uma que conduz motas ainda maiores...
Uma disse que tinha as meninas mais bonitas ao que a outra respondeu que as suas meninas se dão melhor que as da outra...


Ao ver esta guerra de "pilinhas" pensei que as distintas senhoras eram de aldeias rivais...mas afinal não...são senhoras da mesma aldeia com uma função comum: a proteção dos restantes moradores lá da terra...

Sem comentários:

Enviar um comentário