domingo, 4 de fevereiro de 2018

Afinal não passou de um susto!

Com o aparecimento das redes sociais muitas coisas más surgiram, no entanto também surgiram coisas boas.
Rara é a semana em que publicações de famílias desesperadas alertam para o desaparecimento de adolescentes ou de familiares mais idosos. 
Casos que nos devem chamar a atenção pelo drama familiar criado. 
Graças às redes sociais, os apelos desesperados de pais ou de filhos, atingem rapidamente milhares de partilhas e ajudam muito na localização dos desaparecidos, e naqueles casos em que os idosos desaparecem por problemas relacionados com alzheimer ou nos casos em que os adolescentes desaparecem por sua vontade, são uma preciosa ajuda para o desfecho feliz da maioria destas situações. 
E desengane-se quem pensa que situações destas apenas acontecem em contextos mais desfavorecidos. 



Ainda a noite passada uma nobre família, descendente de Viscondes, viu a sua tranquilidade abalada, quando Bruno, o seu pequeno mais irrequieto, cerca das 20h30 abandonou o lar.
Como em todas as famílias que se deparam com um problema destes, a família leonina ficou apreensiva e desesperada.
Para piorar a situação, e por se tratar de uma família conhecida, os meios de comunicação social rapidamente começaram a dar ênfase à situação, a especular e a perturbar ainda mais o recato daquele lar.
Mas, como em muitos outros casos, este teve um desfecho feliz. Afinal tudo não passou de um susto!


O irrequieto Bruno abandonou o lar àquela hora, não por irreverencia, por necessidade de afirmação ou por alguma desavença no seio familiar, mas apenas porque queria ver o jogo de futebol do amigo mais chegado da família leonina...
Tudo está bem quando acaba bem!

Sem comentários:

Enviar um comentário