segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

Sucesso vs Inssucesso

Todos conhecemos histórias de emigrantes de sucesso. Uns mais mediáticos do que outros, mas invariavelmente todas retratam portugueses que saíram do país em busca de uma vida melhor e chegaram ao topo.
Se uns encaram a sugestão dos políticos para emigrarem como uma afronta, outros encaram-na como uma hipótese para brilhar.


Quando Cristiano Ronaldo saiu da Madeira para o Sporting, no seu pensamento já estava o ambicionado salto na carreira.
Em 2003 saltou para Inglaterra e de lá para Espanha, nestas duas paragens ganhou tudo o que poderia ambicionar ganhar e é para quase todos o melhor do mundo!
Se tivesse ficado o que teria ganho? Não se sabe, afinal 2003 foi apenas há 14 anos  e há jejuns bem maiores...


Armando Pereira emigrou aos 14 anos para procurar condições melhores das que tinha em Vieira do Minho.
Também conhecido aqui no Tanque por Santo Avec, Armando é um dos fundadores da "Altice" , um verdadeiro império na área das telecomunicações e televisão.
Se tivesse ficado seria um cidadão normal, sem funcionários para movimentar a seu belo prazer, não teria os milhões de euros que tem e pior que tudo: ou construía a sua casinha onde os outros podem construir ou já a tinha demolido há muito!

E depois há os desconhecidos...
Davide Sousa é filho de portugueses de Chaves que emigraram para o Luxemburgo, neto de um Guarda Fiscal, herdou do avô a vocação para agente da autoridade.
Recentemente foi agraciado pelo Parlamento Europeu como cidadão do ano pelo papel que desempenhou numa ação anti fraude!
Se os seus pais não tivessem emigrado, Davide teria herdado na mesma o gosto pela lei do seu avô, seria na mesma polícia e talvez trabalhasse na esquadra de Alfragide... e seria agraciado por um Procurador do Ministério Público com uma constituição de arguido e uma proposta de suspensão!
Como se pode ver entre o sucesso e o insucesso há uma linha muito ténue... e emigrar pode ser a decisão mais acertada! 

Sem comentários:

Enviar um comentário