terça-feira, 9 de janeiro de 2018

Serviço Postal

Hoje em dia receber uma carta ou  um postal pelos correios deixou de ser uma coisa habitual.
As únicas cartas que nos vão chegando com regularidade são as contas...
Com as novas tecnologias perdeu-se muita da magia de escrever pelo próprio punho aquilo que queremos transmitir a outra pessoa.


Podem achar que as sms, os mails e os mais diversos serviços de chat têm o mesmo papel, mas não...até por lhes falta logo à partida isso mesmo: o papel!
Além disso são ferramentas impessoais e desprovidas de emoção...
Somando a tudo isto, decisões políticas e económicas estão a afundar, talvez de forma irremediável, uma empresa centenária como é o caso dos CTT!


Costuma-se dizer que um mal nunca vem só.
Quase todos nós já tivemos a má experiência de uma carta ou de uma encomenda que se atrasou, que se extraviou ou que se danificou.
Plataformas como o "Portal da Queixa" estão repletas de reclamações contra a empresa responsável pelo serviço postal.
Mas não se perdem apenas cartas ou encomendas...ontem à noite num programa da TVI24, o autarca e dirigente do PCP, Bernardino Soares, revelou o impensável:



É isso mesmo: já não chegava perderem as nossas cartas e encomendas, agora também desaparecem carteiros.
E os fervorosos adeptos das novas tecnologias,pensando que estão seguros porque não têm cartas para perder, desenganem-se...
Veja-se este caso:


Há também quem perca o seu correio electrónico, apenas com uma diferença: as cartas tradicionais perdiam-se nas bermas de estrada, em riachos ou na melhor das hipóteses na caixa de correio de um vizinho, já estas "cartas" modernas parece que se perdem numa "nuvem"...

Sem comentários:

Enviar um comentário