quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

Risco Profissional

Quando se fala de risco profissional surgem no pensamento de quase toda a gente profissões como polícias, militares ou seguranças entre outras.
Em Portugal esse tipo de subsídio é pago a determinadas profissões para compensar a penosidade, insalubridade e risco a que o exercício da mesma os expõe.
Desde alguns serviços de segurança a cantoneiros de limpeza responsáveis pela do lixo nas autarquias, muitos são aqueles que no final do mês recebem mais uns euros por conta deste suplemento.
Mas sabiam que por exemplo os agentes da Polícia de Segurança Pública não recebem tal suplemento? 
Um dos sindicatos daquela força de segurança até lançou uma petição pública para que o tema seja mais uma vez debatido na Assembleia da República. 


Sabemos que são assuntos delicados e  um problema por resolver . 
No entanto já alguma coisa começou a ser feita, por exemplo em alguns serviços de segurança esse suplemento é pago a todos...


Uma característica muito nossa é pensar que em Portugal é que as coisas estão mal, no entanto não é só no nosso país que o risco profissional não se encontra devidamente acautelado.
E por vezes estados que achamos exemplares descuram os seus trabalhadores. Uma profissão em que em pouco tempo quatro profissionais sucumbem deve ao não deve ser considerada de risco, não acham? 



Sem comentários:

Enviar um comentário