quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

Parlamento Europeu

O Parlamento Europeu é, à semelhança do Parlamento português, é um órgão legislativo, neste caso da União Europeia.
Com sede em Estrasburgo (França) divide também os seus trabalhos por Bruxelas (Bélgica) e pelo Luxemburgo.
Os 751 eurodeputados são eleitos através de sufrágio universal nos estados membros da União Europeia.
As eleições para o Parlamento Europeu ocorrem de cinco em cinco anos e neste momento é presidido por Antonio Tajini.
O Presidente deste organismo é eleito por períodos de dois anos e meio, renováveis. 
À semelhança dos parlamentos dos diversos estados membros, o Parlamento Europeu muitas vezes discute assuntos que pouco têm a ver com política europeia.


Por estes dias o Partido Popular Europeu quis levar à discussão o chamado "caso Centeno".
À primeira vista parece um caso absolutamente normal e entende-se com naturalidade que as instâncias europeias queiram ver esclarecido este assunto, afinal o Ministro das Finanças de Portugal é também neste momento o presidente do "Eurogrupo".
Mas afinal o que é o "caso Centeno"?


O "caso Centeno" é uma investigação das autoridades judiciárias portuguesas em que é investigado o facto do Ministro das Finanças ter solicitado ao Benfica bilhetes para assistir a um jogo de futebol.
E aqui é que se deixa de perceber a intenção do Partido Popular Europeu debater e esclarecer este assunto no Parlamento Europeu!
Não serve afinal este organismo para debater assuntos da Europa?


Será que em Estrasburgo, Bruxelas ou no Luxemburgo os políticos não perceberam que o Benfica está fora da Europa desde finais de Novembro?
Raio de gente distraída... 

Sem comentários:

Enviar um comentário