segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

Onde está o PAN?

O PAN (Pessoas-Animais-Natureza) é um partido político, relativamente recente em Portugal, que chegou a designar-se Partido dos Animais e da Natureza...mas acho que depois se lembraram que são as pessoas que votam!



Desde o início da sua atividade que o partido se bateu pela causa dos direitos dos animais e pela defesa da natureza em geral.
Apesar de alguns o negarem, muitos dos que defendem dos direitos dos animais não o fazem por convicção mas sim porque é bem visto aos olhos da sociedade, e nas redes sociais todos amam os seus cães, gatos peixes e periquitos! 
No entanto há aqueles que de facto querem proteger os animais e respeitar os mesmos.
Uma das causas mais antigas dos vários movimentos de defesa dos animais é a abolição das touradas.


Rara é a tourada que não é antecedida de manifestações fora das praças. 
Essas manifestações podem não ter ainda eficácia, mas têm repercussão nos órgãos de comunicação social. Pelo menos a questão da visibilidade está assegurada!
Mas quando a defesa dos animais não traz a tão ambicionada visibilidade, onde está o PAN?
Ontem à noite o Aeroporto da Madeira foi palco de uma situação destas.


Quando o voo U2 7606 da Easyjet se preparava para descolar, a tripulação usou, como usa há cerca de 10 anos, um spray supostamente para impedir a saída de um pequeno mosquito da ilha da Madeira.
Durante quase 10 anos ninguém quis saber do mosquito, talvez porque não seja chic defender os direitos destes pequenos seres.



Ninguém do PAN estava lá, ou pelo menos não deu a cara, mas um casal madeirense indignou-se e quis defender o ser indefeso.
O voo sofreu um atraso e o casal foi retirado do avião pela Polícia de Segurança Pública ficando também impedido de viajar na referida companhia.
Quando é para defender cães, gatos ou touros estão lá todos e com câmaras de televisão atrás...agora para defender um pequeno mosquito ninguém aparece...onde está o PAN?

Sem comentários:

Enviar um comentário