segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

Oh Diabo!

Há dias em que nos apetece falar de coisas em que muitos não acreditam, seja em Deus ou seja no Diabo!
O tema pode parecer desinteressante, mas não é...
Quando se fala de política uma das coisas que distingue a direita da esquerda é a posse...
As correntes políticas de direita tendem a vender tudo aos privados para que estes produzam riqueza... vendem literalmente tudo, mesmo aquilo que não é deles!
Já as correntes políticas de esquerda tendem em apoderar-se de tudo para o Estado para que depois tudo seja comum...e apoderam-se literalmente de tudo, mesmo aquilo que não têm nenhuma razão para pertencer ao Estado!
Já vai longe o ano de 2003. Em Portugal a pasta das finanças era tutelada pela Dr.ª Manuela Ferreira Leite. As regras do "Pacto de Estabilidade Crescimento" ditavam que o país cumprisse a meta do deficit abaixo dos 3% do PIB...

Em 2003, tal como hoje, o dinheiro não abundava nos cofres da nação...e a senhora Ministra decidiu vender ao Citigroup as dívidas ao fisco e à Segurança Social, recebendo assim duma só vez 1,765 mil milhões de euros.
Assim quando o Estado fosse cobrando a dívida aos faltosos ia reembolsando o investidor conforme a cotação do mercado para a divida do país.
Ora até 2009 o Citigroup já tinha um lucro com a operação de 290 milhões de euros...

E o Estado ainda não tinha terminado de pagar...O mesmo Estado que cumpriu as regras de Bruxelas, perdeu uns míseros 290 milhões de euros para um grupo financeiro que controlava entre outras coisas a cotação das dívidas soberanas...as tais cotações que determinavam o pagamentos do Estado ao Citigroup...
Entretanto a Dr.ª Ferreira Leite deixou a ribalta política e dedicou-se ao papel de comentadora.
Mas há coisas que não mudam...


Ferreira Leite continua a querer vender coisas...e tal como em 2003 continua obstinada em vender coisas que nem são dela...

Sem comentários:

Enviar um comentário