quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Maldito ISP!

Nos dias que correm poucas são as famílias que a cada semana não fazem as contas ao aumento do preço dos combustíveis.
Cada semana que passa, em Portugal atestar o depósito do automóvel lá de casa fica mais caro.



Se a cotação do petróleo sobe nos mercados internacionais, na semana seguinte os preços dos combustíveis à venda em Portugal sobem...
Se a cotação do petróleo desce...o reflexo nos produtos refinados não é imediato ou a relação entre o euro e o dólar absorveu a variação da matéria prima...dizem os revendedores...
Claro que a juntar a tudo isto há elevada carga fiscal praticada no nosso país sobre os produtos derivados do petróleo. 
Ainda agora no início do ano o governo atualizou o ISP (imposto sobre os produtos petrolíferos) de acordo com a inflação...


E graças à carga fiscal mais elevada em Portugal, abastecer o automóvel em Espanha é bem mais barato...
Claro que tudo isto pesa no orçamento das famílias, e por vezes verificam-se  situações extremas:


Durante o dia de ontem um individuo atingiu a sua esposa com 40 facadas, os mais desatentos dirão que é mais um caso de violência doméstica, no entanto não podemos ficar alheios às circunstancias: o ataque ocorreu num posto de combustível em Bragança.
Será que se este casal tivesse abastecido o automóvel em Espanha, apenas uns quilómetros ao lado, o marido teria reagido desta forma? Será que ao poupar alguns euros não ficaria mais calmo? 
Maldito ISP que até na estabilidade dos casais te intrometes! 

Sem comentários:

Enviar um comentário