domingo, 7 de janeiro de 2018

Licenciaturas e Equivalências

O tema não é novo, já em 2013, quando Miguel Relvas, à altura Ministro Adjunto e dos Assuntos Parlamentares se viu envolvido neste polémico e novamente atual tema, o assunto foi notícia!


Na altura muito se discutiu e muita tinta correu, quer em abordagens sérias e críticas do assunto quer em abordagens jocosas mas não menos incisivas. 
Na licenciatura obtida na Universidade Lusófona por  Miguel Relvas tudo serviu para atribuir equivalências ao ex-Ministro : experiência politica, artigos publicados em jornais e até o dirigismo numa associação recreativa...
Tudo terminou com o tribunal a anular o grau de licenciado a Miguel Relvas.
Tudo se avivou na nossa memória quando o agora ex-Comandante Nacional da Proteção Civil se viu envolvido em situação análoga à de Relvas.
Rui Esteves concluiu a licenciatura no Instituto Politécnico de Castelo Branco com quatro cadeiras obtidas de forma regular...e trinta e duas obtidas por equivalência...
E a que se deve este cada vez mais apertado escrutínio ? À democracia e principalmente à liberdade de imprensa. A investigação jornalística foi capaz de remexer tudo até chegar à verdade!
Mas será sempre assim? Será que não há órgãos de comunicação social de referência a "dar" licenciaturas de forma leviana?


Jorge Nuno Pinto da Costa reencontrou o amor ao lado de uma médica, até aqui nada de anormal, e se o Correio da Manhã diz é porque é verdade...


Jorge Nuno Pinto da Costa e Fernanda Miranda estão reconciliados e se o Correio da Manhã diz é porque é verdade...
Portanto é verdade que Fernanda Miranda é médica...licenciada pelo Correio da Manhã...

Sem comentários:

Enviar um comentário