segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

Devem achar-se mais espertos que nós!

Se há coisa que eu admiro é a inteligência e o discernimento da maioria dos portugueses!
Muitas vezes andamos para aí a chorar pelos cantos agarrados ao nosso fado, mas não nos devemos subestimar! 
Hoje é mais um dia em que nós devemos mostrar ao mundo que somos um povo inteligente e que as nossas instituições são capazes de cumprir as suas funções. 
Primeiro foi o caso dos submarinos:



Os alemães com a sua mania de superioridade lançaram um boato que quatro políticos portugueses receberam 6,4 milhões de euros para comprar o Arpão e o Tridente! Como se os políticos em Portugal não fossem gente séria...
Na altura eu até fiquei preocupado porque o dinheiro teria saído da Alemanha, talvez em maços de notas presas com elásticos e do que sei não tinha chegado a Portugal!
O Ministério Público investigou o caso e chegou à conclusão que somos um país de gente honesta, nem sequer os elásticos encontrou, quanto mais as notas...


Agora é o caso da Tecnoforma:
Alguém teve a infeliz ideia de lançar o falso testemunho que a empresa Tecnoforma onde era consultor e administrador Pedro Passos Coelho, estava a ser favorecida na atribuição de subsídios da União Europeia, num valor de 6,7 milhões de euros, através da intervenção do então Secretário de Estado Miguel Relvas, à data ainda Dr. 
Muita gente ainda ficou desconfiada, mas eu para ser sincero nunca acreditei, se a empresa tivesse recebido algum dinheiro de Bruxelas, pelo menos teria pago a Segurança Social do administrador... 
Mais uma vez, e com o gasto de recursos do erário público, o Ministério Público investigou e nada de ilegal encontrou na empresa e na relação desta com o Governo da altura...


Mas em Bruxelas há para lá uns senhores que se devem achar mais espertos que nós!


Eu sei que somos um país pequeno, mas não se venham fazer mais espertos do que nós! 
Fica aqui um desafio ao senhores de Bruxelas: encontrem os elásticos das notas do caso dos submarinos e nós mandamos para aí o recibo dos subsídios da Tecnoforma...

Sem comentários:

Enviar um comentário