segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

Calma Giselo, ainda és um pequeno!

Quem nunca opinou sobre a castidade e o celibato dos sacerdotes católicos?
Uns concordam, outros discordam, no entanto quem abraça essa vocação fá-lo de livre vontade, pressupondo-se por isso que aceitou as regras.
É um assunto sempre na ordem do dia! 
Fala-se muito numa sentença  de 1487 supostamente arquivada na Torre do Tombo em que era arguido Francisco da Costa, prior de Trancoso.



"Padre Francisco da Costa, Prior de Trancoso, de idade de sessenta e dois anos, será degredado de suas ordens e arrastado pelas ruas públicas nos rabos dos cavalos, esquartejado o seu corpo e postos os quartos, cabeça e mãos em diferentes distritos, pelo crime que foi arguido e que ele mesmo não contrariou, sendo acusado de ter dormido com vinte e nove afilhadas e tendo delas noventa e sete filhas e trinta e sete filhos; de cinco irmãs teve dezoito filhas; de nove comadres trinta e oito filhos e dezoito filhas; de sete amas teve vinte e nove filhos e cinco filhas; de duas escravas teve vinte e um filhos e sete filhas; dormiu com uma tia, chamada Ana da Cunha, de quem teve três filhas, da própria mãe teve dois filhos. Total: duzentos e noventa e nove, sendo duzentos e catorze do sexo feminino e oitenta e cinco do sexo masculino, tendo concebido em cinquenta e três mulheres."
No entanto a sentença não foi executada:
"'El-Rei D. João II lhe perdoou a morte e o mandou por em liberdade aos dezassete dias do mês de Março de 1487, com o fundamento de ajudar a povoar aquela região da Beira Alta, tão despovoada ao tempo, e guardar no Real Arquivo esta sentença, devassa e mais papéis que formaram o processo."
Também o Convento de Mafra foi mandando construir em 1717 pelo rei D. João V como agrardecimento pela  descendência concedida a sua esposa D.ª Maria Ana da Áustria.




Diz-se que os monges deram uma ajuda...e não foi nas obras!
Nesta semana a bela ilha da Madeira, mais concretamente a Paróquia do Monte, foi abalada porque o seu pároco Giselo Andrade assumiu a paternidade de uma menina nascida em Agosto!



É caso para dizer: Calma Giselo, ainda és um pequeno, ainda te faltam duzentos e noventa e oito descendentes...
E mesmo que não tenhas direito à Real Providência de D. João II ou a um convento mandado erigir por D. João V, pode ser que tenhas um abracinho do Presidente dos afetos...

Sem comentários:

Enviar um comentário