segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

Ah...eu às vezes precipito-me!

Talvez alguns dos mais novatos não conheçam a rábula dos "Gato Fedorento" sobre as gajas boas...


Mas dos que nasceram há pelo menos 25 anos, quem não se lembra da questão: "Vocês sabem onde é que há gajas boas? Gajas mesmo boas, mesmo mesmo boas, mesmo daquelas gajas boas, daquelas que um gajo olha e diz : "Eh gaja boa!" , mesmo boas, mesmo gajas boas, não é como a tua mãe! É mesmo gajas mesmo boas, que um gajo fica a olhar que são mesmo boas, gajas mesmo boas, boas?Sabem? Acho que em Ermesinde...eu uma vez fui a Ermesinde e vi uma gaja bem boa...ou era um gajo?...era um gajo sim...eu às vezes precipito-me..."
A rábula é já velhinha...mas continua famosa...
Mas até o humor consegue ser alterado pela política...


E quando se fala de questões fraturantes, temos que falar de Bloco... se na época o Bloco já tivesse feito essa proposta bastava que a gaja tivesse mais de 16 anos que já não havia precipitação que tramasse o olho felino do "Gato Fedorento"...
No entanto continua a existir quem se precipite...por exemplo quando se quer uma notícia com impacto, em primeira mão, ou mesmo uma imagem viral que captada no momento certo será irrepetível para qualquer jornalista ou fotografo! 
No início desta semana Salvador Sas da agência noticiosa espanhola EFE comoveu a Galiza e meio mundo com a fotografia de uma cadela que, vítima dos incêndios que infelizmente assolaram também aquela região, transportava  na boca a sua cria carbonizada, não a abandonando mesmo depois de morta...


No entanto e apesar do impacto da imagem, os habitantes da localidade de Fragoselo estranharam a correria do animal nos dias seguintes ao incêndio... e perceberam que afinal era um cão, de nome Jacki, que apenas ia consecutivamente à área ardida buscar cadáveres de animais mortos...


E o instinto não era o maternal mas sim o instinto que os cães, lobos, raposas e outros parentes têm de enterrar o alimento que não conseguem consumir naquele momento...
Parece-me que neste momento Salvador Sas está a ponderar ser humorista ou filiar-se no "PODEMOS" ( a versão espanhola do Bloco)...
Mas que não se precipite...porque gostos não se discutem mas gajas são gajas e gajos são gajos...

Sem comentários:

Enviar um comentário