segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

Ah seus boémios!

A legislação produzida nos diversos regimes políticos procuraram sempre fazer o melhor para regular a vida em sociedade. 
Por exemplo, o governo anterior proibiu a legionella , mas a desobediência a proibições similares já não é recente.
Por exemplo, em 186 a.C. o Senado Romano proibiu os bacanais. 
O que eram afinal os bacanais? Eram festas a Baco, deus romano do vinho e dos prazeres! Normalmente estas festas tinham como é evidente muita comida, muito vinho e sexo !


A fama de boémios é por isso indissociável dos povos do Sul da Europa...e ainda mais daqueles de quem Galba, General do Exercito Romano dizia : " Há, na parte mais Ocidental da Ibéria, um povo muito estranho : Não se governa nem se deixa governar!"
Há coisas que não mudam.


Em Março deste ano, o ainda presidente do Eurogrupo Jeroen Disselbloem dizia a propósito dos países da Sul da Europa : "Não se pode gastar em mulheres e álcool e, depois, pedir ajuda:"
O ministro das finanças holandês referia-se em concreto aos países que tinham necessitado de ajuda externa por causa dos problemas  de dividia pública, nomeadamente Portugal e a Grécia.
Mas também há coisas que mudam.


As regras dos países do Euro não mudaram, mas o espírito dos políticos que dirigem esses países parece ter mudado.
Na tarde de hoje o Eurogrupo elegeu o Ministro das Finanças de Portugal, Mário Centeno, para presidir ao organismo a partir de Janeiro de 2018.
Será que os países do Norte da Europa se renderam aos encantos do vinho e das mulheres?
É mesmo caso para dizer : Ah seus boémios! 

Sem comentários:

Enviar um comentário